HINO 

Teu fértil chão acolhedor
Recebeu um dia a raiz
De um povo trabalhador
Destinado a ser feliz.

Tal a árvore que encontrou
Símbolo da sua terra
Os seus ramos espalhou
De Espinharas a Sabugi.

Timbaúba dos batistas
Plaga de grande esperança
Transformada por teus filhos
Numa terra de bonança.

Em atitude de guerra
Contra o sol, contra o calor
Estiagem e pouca água
A natureza domou.

Açudes florescentes
Rebanhos multiplicados
Canaviais renascentes
Raízes de algodoais
E a força das mulheres
Nos trabalhos manuais.

Timbaúba dos batistas
Plaga de grande esperança
Transformada por teus filhos
Numa terra de bonança.

Mostras denodo e coragem
No esmero dos teus artistas
Cuja fama já chegou
As mais distantes paragens!